• Image and video hosting by TinyPic

Jogos para PC impulsionam venda de hardwares

Posted by Gui Silva On 13:02

da redação 

imagem

Todos estão empolgados com a proximidade do lançamento de BF3 e MW3 mas existe um grupo de pessoas que está mais feliz do que os jogadores, são as fabricantes de hardwares. Vocês já pensaram que se Battlefield 3 pede uma configuração com SLI ou Crossfire para rodar em sua configuração máxima isso é nossa culpa? 

imagem

Desde Crysis não se vê uma corrida para upgrade de componentes ou para compra de novos PCs gerando mais de US$ 1 bilhão, o principal motivo é o lançamento de jogos como Battlefield 3 que exige um "PC da nasa" para poder rodar com seus detalhes no máximo. Isso deveria ser uma boa notícia já que, em tese, deveria atrair as produtoras para a plataforma, infelizmente não é bem assim. 


A evolução dos games para PC, em especial, vem sendo feita as custas de muito dinheiro retirado indiretamente do seu bolso, ao invés de as produtoras buscarem optimizar o desempenho de seus jogos para rodarem de forma bem em PCs de médio desempenho e muito bem nos PCs de alto desempenho, porém, o que vemos são as produtoras testando suas novas e velhas engines nas costas do consumidor que vê seu investimento em uma máquina de desempenho razoável indo por água abaixo. 

imagem

Claro que devemos ser a favor da evolução dos games mas de forma sustentável. O lado negativo de tudo isso é que a plataforma se torna exclusiva para aqueles de situação monetária acima da média, o que acaba atraindo muita gente para o mundo dos consoles, fato que também contribui para que as produtoras se interessem cada vez mais por eles. O jogos entraram na onda do mercado da informática que tenta obrigar o usuário a trocar seus bens a cada 6 meses. 


Agora pergunto a vocês, sem fanboyolismo, um jogo (seja ele qual for) que pede uma configuração tão cara para poder obter o máximo de seu desempenho e qualidade é digno de crédito? Se a engine é tão boa porque não a programam para rodar em um PC de custo razoável? Se vai ficar tão bom para consoles com hardwares da outra geração qual a dificuldade em programá-lo?

imagem

De uns tempos para cá nos cansamos de ver jogos lançados com erros grosseiros de programação, DLC's intermináveis e port de consoles que batem recordes de patchs de correção, agora chegou a vez de exigir configurações que somadas ultrapassam os três dígitos. É isso que queremos?

Youtube eletrônica

Loading...